Protheus
Notícias

30/08/2012 - ULBRA VAI DE ERP TOTVS

A Ulbra assinou contrato nesta quinta-feira, 30, com a Totvs para uso do ERP Totvs Educacional em todas as unidades do grupo, que soma em torno de 60 mil alunos.Em uma primeira fase, o sistema será implementado em toda a área de backoffice da instituição luterana, substituindo o ERP Oracle.
Esta etapa deverá levar em torno de 12 meses, segundo o vice-presidente de Atendimento e Relacionamento da Totvs, Rodrigo Caserta.
Depois, começa a expansão para a área acadêmica, que hoje usa um sistema desenvolvido internamente pela TI da Ulbra.
“Temos uma previsão de que o sistema esteja 100% no ar dentro de dois anos”, afirmou Caserta em entrevista exclusiva ao Baguete. "O ERP será usado em nossas 17 escolas, 15 campi universitários, plataforma de EAD, Ulbra TV e Rádio Pop Rock", completa o reitor da universidade, Marcos Fernando Ziemer.
O investimento no novo sistema não foi divulgado.
Conforme o reitor, a decisão pelo Totvs Educacional se deve principalmente a dificuldades de integração de sistemas enfrentadas na estrutura atual.
“Temos um sistema no administrativo, outro no acadêmico, além de soluções complementares que foram sendo criadas ao longo dos anos, mas não há integração, e o Totvs facilita isso, o que para nós é essencial”, destaca Ziemer.
INFLUÊNCIA VIZINHA?
Questionado sobre se a decisão da mudança teve alguma influência dos problemas enfrentados pela Unisinos, que fica em São Leopoldo, a poucos quilômetros da sede da Ulbra, em Canoas, com o Peoplesoft, da Oracle, o reitor pondera, sem afirmar, nen negar.
“Não tenho grande conhecimento de detalhes do caso e não usamos o Peoplesoft, usamos o Oracle. Mas enfrentamos, sim, dificuldades, como a já citada integração de sistemas, e também conhecemos os resultados divulgados pela Unisinos sobre o sucesso na implantação do Totvs”, comenta Ziemer.
Entre os tais problemas de integração, o gestor da universidade luterana destaca, por exemplo, o módulo de folha de pagamento de professores, que não conversa com o software da área financeira.
“Com o Totvs, esperamos unir a colcha de retalhos de sistemas e otimizar a gestão e o controle de dados e operações”, resume.
O SISTEMA
Baseado no sistema da RM, fabricante mineira que a Totvs comprou em 2006, o software de gestão para a área educacional já é usado por mais de 200 instituições em todo o país.
No Rio Grande do Sul, alguns dos clientes são Unisinos, Imed, Unicruz, Ftec Caxias do Sul e QI.
O MELHOR É DAQUI?
No caso da Unisinos, o Totvs substituiu um mal fadado projeto que destinou R$ 15 milhões ao Peoplesoft, ERP da Oracle para a vertical de educação que a universidade terminou de implantar em 2005, após 18 meses de trabalho, e começou a trocar pelo RM em 2007.
Perguntado pela reportagem do Baguete sobre os diferenciais de seu sistema sobre a concorrência, Caserta é sintético.
“Existem concorrentes internacionais que têm softwares muito bons, mas enfrentam dificuldades na localização destes ao Brasil, por questões de legislação e outras. Nós somos uma empresa brasileira, conhecemos o segmento de educação, o país. Temos uma solução robusta, expansível que acaba sendo a melhor opção”, destaca o VP.
O CLIENTE
A Ulbra é mantida pela Comunidade Evangélica Luterana São Paulo (CELSP) e está presente em 85 cidades de 21 estados brasileiros, das quais em 20 mantém campi universitários e escolas instalados.
Em outros 65 municípios a universidade mantém polos de educação a distância.
Em 40 anos, a Ulbra formou mais de 100 mil profissionais nas modalidades presenciais. Em EAD, foram 56 mil pessoas.
Ao todo, a estrutura contempla 15 unidades de ensino superior e 17 escolas, das quais 10 ficam no Rio Grande do Sul.
A oferta em ensino superior inclui 232 cursos de graduação e tecnólogos presenciais, além de 12 à distância.
O FORNECEDOR
A Totvs atende a 26,2 mil cilentes de segmentos diversos, tanto no Brasil quanto em outros 22 países onde atua.
De acordo com dados do Gartner, a empresa é líder no Brasil em seu setor, com 48,6% de market share; e na América Latina, com 34,5%.
A companhia, que também atua com serviços de consultoria, infraestrutura e BPO, fechou o segundo trimestre de 2012 com lucro líquido de R$ 47,28 milhões, alta de 31% ano/ano.
Já no primeiro semestre, o crescimento foi de 39,5%, indo a mais de R$ 97 milhões.
http://www.baguete.com.br

<< Voltar

 

VETI Tecnologia
Rua do Tesouro, 23 - 7º e 8º andar
Centro - Sao Paulo - SP - Cep 01013-020
Telefone: +55 11 3188-3335 NOVO TELEFONE